Na Mídia

CNN: com assessoria, carteiras dos investidores sofrem menos na crise

As carteiras dos investidores que contam com a assessoria sofreram menores quedas com a crise coronavírus, mostra estudo da SmartBrain para CNN.


As carteiras dos investidores que contam com a assessoria de profissionais especializados sofreram menores quedas desde a confirmação do primeiro caso de coronavírus (Covid-19) no país. É o que mostra o nosso estudo do Big Data preparado com exclusividade para a CNN Brasil. 

O levantamento é feito com base nos dados da nossa plataforma de consolidação de investimentos, que processa 210 mil extratos diariamente, somando mais de R$ 120 bilhões. 

Segundo o estudo, as carteiras dos investidores que são atendidos por consultores e gestores de patrimônio apresentaram rentabilidade média de -9,12% entre 26 de fevereiro e 20 de março deste ano, contra uma desvalorização acentuada do Ibovespa, de 36,56% no mesmo período. 

No país, predominava uma visão otimista de recuperação da economia e trajetória de alta da Bolsa até surgir o novo vírus, um “cisne negro”, um evento imprevisível que resultou em uma mudança abrupta de direção para um cenário mais negativo. Além das incertezas relacionadas à pandemia, o conflito entre a Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) e a Rússia, que resultou em queda drástica do preço do petróleo, gerou mais volatilidade. Nessa janela de tempo, houve muita turbulência no mercado financeiro no Brasil e no mundo e o circuit breaker foi acionado seis vezes em oito dias na Bolsa brasileira.

Apesar da rentabilidade negativa dos portfólios analisados no Big Data, na média a performance foi melhor do que a Bolsa e do que muitos ativos isoladamente como ações, fundos de ações, multimercados e fundos imobiliários. “O estudo revela que os investidores que contam com assessoria de profissionais estavam com suas carteiras diversificadas e conseguiram ter uma diluição significativa dos riscos, principalmente da queda da bolsa em um momento tão desafiador”, diz Cassio Bariani, CEO e sócio-fundador da SmartBrain. 

De acordo com ele, o acesso à assessoria de investimentos independente e todo o movimento no mercado de disseminação de educação financeira e de conteúdos sobre investimentos resultaram em melhores alocações de carteiras, com mais condições de atravessarem a crise por causa da diversificação. “O papel dos agentes autônomos, consultores, gestores de patrimônio e planejadores financeiros tem sido fundamental para os investidores, afirma Bariani”.

Conforme o estudo, em renda variável – ações e FIIs, o fluxo de compras foi maior do que o de vendas entre 26/02 e 20/03. 

Clique aqui e veja a matéria completa no portal da CNN Brasil

 

Para ver os impactos da crise nos seus investimentos, clique aqui e use o simulador de estratégias!

Similar posts

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.