Search:

Integração de dados no setor de investimentos

Profissionais que usam no dia a dia uma plataforma de consolidação de investimentos conseguem ter uma visão completa do patrimônio e das carteiras dos clientes, por agregar todas as informações em um único extrato, independentemente dos bancos e das corretoras onde as aplicações foram feitas. Um consolidador de investimentos facilita muito e reduz o tempo gasto na parte operacional porque não é preciso usar planilhas e calculadoras para chegar à rentabilidade do portfólio. Os gráficos, as tabelas e as informações que são geradas aumentam o poder de análise e, como resultado, a gestão da carteira de clientes e suas recomendações se tornam mais assertivas.  

Trouxe ganhos de eficiência exponenciais para muitos escritórios, gestoras de patrimônio e family offices. Hoje, segundo o nosso estudo Big Data, os profissionais de investimentos tem, em média, 17 carteiras.

Um novo foco de desenvolvimento poderá mudar e trazer ainda mais eficiência aos seus negócios. Está por vir uma realidade na qual cada assessor poderá ter 50, 100 ou mais clientes ou portfólios, mantendo alta qualidade no atendimento.

Maiores ganhos de eficiência no setor de investimentos

O compartilhamento automático de dados vai automatizar os processos e eliminar os inputs manuais de informações sobre saldos, aplicações, resgates e operações. 

Atualmente, a integração de dados é um processo que envolve corretoras, bancos, escritórios de assessoria de investimentos e as empresas de desenvolvimento de sistemas, as chamadas fintechs. Logo, não se trata de uma solução disruptiva de uma única empresa. Todo o mercado financeiro está evoluindo neste sentido. Este é um caminho sem volta, principalmente com a regulamentação do Open Banking, que definirá um padrão das APIs (Application Programming Interface ou, em Português, Interfaces de Programação de Aplicativos), os códigos para que os sistemas das empresas possam “conversar”. 

Esse tipo de integração garantirá segurança e confiabilidade, mas não é algo que deve acontecer tão rapidamente. O diferencial de uma fintech está em construir parcerias com as instituições financeiras e desenhar soluções inovadoras que, de fato, agreguem valor aos negócios dos profissionais de investimentos, melhorem as experiências e facilitem a vida dos investidores. 

Aqui na SmartBrain, nossa plataforma é toda estruturada em APIs desde 2012 e já contamos com diversas conexões nos moldes do Open Banking com diversas corretoras e gestoras de patrimônio. 




Henrique Garcia

CEO

Conheça mais sobre nossa plataforma

Simule e salve suas carteiras de investimento para ter maior controle sobre eles.

Fale conosco