Search:

Top 10 ações favoritas dos grandes investidores em março

Categoria: Big Data

Você sabe quais foram as Top 10 ações mais escolhidas pelos grandes investidores em março?

Vamos retomar um pouco o cenário do mês de março, que foi marcado por muito sobe e desce na bolsa.

No dia 18, o Ibovespa atingiu a marca dos 100 mil pontos pela primeira vez. Depois desta alta histórica, a turbulência se intensificou em função da dificuldade do Governo federal para articular a Reforma da Previdência no Congresso.

Somente no dia 27, a bolsa teve queda de 3,57% e voltou para 91,9 mil pontos.

Foi um  cenário de muita volatilidade que causou um aumento significativo no giro e na posição dos investidores. Veja abaixo, as 10 ações mais compradas no mês, segundo o Big Data SmartBrain:

TOP AÇÃO Rentabilidade no Mês Rentabilidade no Ano Rentabilidade em 12 meses
1 ITUB4 - 2,22 1,61 7,63
2 PETR4 3,70 23,72 35,75
3 ITSA4 - 2,99 4,88 3,76
4 IVVB11 6,20 15,04 28,89
5 BBAS3 - 3,47 6,06 23,71
6 BOVA11 - 0,04 8,52 11,37
7 GOAU4 - 0,27 3,18 2,97
8 BBDC4 - 0,72 11,21 23,02
9 GGBR4 0,68 2,85 0,32
10 VALE3 8,13 - 0,14 23,67

Fonte: SmartBrain

Em março, destacaram-se como “queridinhas” primeiramente as ações de bancos, considerado um setor mais resiliente em momentos de turbulência: Itaú (ITUB4) e a holding Itaúsa (ITSA4), Banco do Brasil (BBAS3) e Bradesco (BBDC4).

O BOVA11, ETF (fundo de índice) que tem como objetivo seguir a performance do Ibovespa, e o IVVB11, que corresponde ao desempenho do Índice S&P 500, também foram um dos principais ativos comprados. No caso do ETF da bolsa brasileira, com a queda do índice para a faixa de 92 mil pontos, foram muitos os assessores e gestores de investimentos que aproveitaram para recomendar o aumento da exposição. Já em relação ao índice atrelado ao S&P, notamos  que esta tendência de diversificar investindo na bolsa americana vem acontecendo há algum tempo.

Apesar das quedas acentuadas no mês de março, olhando sob uma perspectiva de mais longo prazo, nos últimos 12 meses encerrados em março, a maioria destes papéis e ETFs tiveram desempenhos bastante positivos. A valorização da Petrobras (PETR4) neste período foi de 35%.

E o que aconteceu em relação a fevereiro?

A Vale (VALE3) que foi a mais investida em fevereiro principalmente por estar descontada após o incidente de Brumadinho, subiu 8% no mês e passou a ter um menor volume de compras, passando para a décima posição em março.

A Petrobras prosseguiu no segundo lugar como favorita.

Em março, entraram na lista das Top 10 o Bradesco (BBDC4), o Banco do Brasil (BBAS3) e a Metalúrgica Gerdau (GOAU4), holding da siderúrgica Gerdau que começa a chamar a atenção dos investidores com a possibilidade de retomada mais acentuada do mercado de construção civil no Brasil e com o aumento do preço do aço globalmente. Saíram da lista das favoritas a Brasil Foods (BRFS3), a Ambev (ABEV3), a Brasil Agro (AGRO3) e a Cielo (CIEL3).

Cassio Bariani CFP®

Presidente

Conheça mais sobre nossa plataforma

Simule e salve suas carteiras de investimento para ter maior controle sobre eles.

Fale conosco