Search:

Gross Up: apenas um dia tem efeito na rentabilidade

Categoria: Rentabilidade

Em suas análises e recomendações de investimentos, os agentes de mercado costumam utilizar o Gross Up, cálculo que cria um imposto “virtual” sobre o ganho dos títulos isentos como LCIs, LCAs, CRIs e debêntures incentivadas. O objetivo é colocá-los em uma mesma base de comparação com ativos de renda fixa tributados. 

Em função da complexidade e dos elementos embutidos em sua fórmula matemática, gestores e consultores ainda se deparam com algumas dúvidas operacionais no dia a dia. Uma das questões recorrentes é: como é possível que dois ativos com a mesma taxa isenta tenham rentabilidades diferentes com o Gross Up?

Observe a seguinte situação:

Duas Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) foram compradas em 13/01/2017, ambas com remuneração de 95% do CDI.

No entanto, em 13/11/2017:

A LCI 1 com vencimento em 08/01/2018, apresentava a rentabilidade bruta acumulada com Gross Up (imposto virtual) de 10,01%, equivalente a 118,51% do CDI no período.

Já a segunda, a LCI 2 com vencimento em 09/01/2018, apresentava a rentabilidade bruta acumulada com Gross Up de 9,70% equivalente a 114,92% do CDI no período.

Ou seja, a rentabilidade bruta acumulada com Gross Up da LCI 1 é superior!

A explicação para essa discrepância entre os retornos brutos está no prazo de cada LCI, e na utilização, nos cálculos do Gross Up, da tabela regressiva de alíquotas de imposto de renda - a mesma que é aplicada sobre os ganhos dos títulos de renda fixa tributáveis.

Nesse exemplo, como a LCI 1 tem prazo de 360 dias, e a LCI 2 de 361 dias, são diferentes as alíquotas são adicionadas em cada um dos títulos – respectivamente, de 20% e 17,5%.

A tabela regressiva de IR, segundo a própria denominação, visa diminuir o tributo à medida que aumenta o prazo do investimento. Desse modo, no cálculo de Gross Up, que tem como objetivo acrescentar nos ativos isentos o quanto os investidores estariam pagando de imposto, o efeito é inverso. A rentabilidade bruta com Gross Up dos títulos de renda fixa isentos é mais elevada considerando-se prazos menores.

Ou seja, os retornos brutos com o Gross Up são menores em títulos com prazos maiores. Em virtude das faixas de transição da tabela regressiva de IR, apenas um dia pode ter efeito na rentabilidade.

Veja abaixo:

rentabilidade-2.png

É possível que duas LCIs compradas na mesma data e com taxas idênticas tenham os retornos brutos com Gross Up divergentes, pelo fato de apresentarem a diferença de somente um dia em seus prazos.

Justamente devido a um dia a mais da aplicação, a LCI 2 passa a fazer parte de uma faixa menor da alíquota do “imposto virtual” e a rentabilidade bruta acumulada com Gross Up da LCI 1 é maior.

Marta Isabel Genovese de Oliveira

Business Intelligence

Conheça mais sobre nossa plataforma

Simule e salve suas carteiras de investimento para ter maior controle sobre eles.

Fale conosco