Assessoria Financeira

A importância de uma análise completa da carteira de investimentos

O uso de um consolidador de investimentos permite uma série de análises da carteira e inúmeras vantagens para investidores como você. Saiba mais!


 

A área de investimentos está em plena transformação no Brasil. Os investidores como você tendem a buscar cada vez mais as melhores oportunidades em diversos bancos, corretoras e plataformas, naturalmente, mantendo contas em mais de uma instituição.

Controle os investimentos em diversas instituições

Os extratos consolidados de aplicações financeiras trazem inúmeras vantagens para investidores e profissionais do setor como consultores, agentes autônomos de investimentos, planejadores financeiros e gestores de patrimônio. Esta tecnologia amplia o poder de análise das carteiras de investimentos, pois possibilita o acompanhamento da rentabilidade online.

Um aspecto que não podemos deixar de destacar é a precisão dos cálculos e a mitigação de erros que o sistema oferece. A acuracidade dos dados e dos cálculos é fundamental para se ter a visão da real performance do conjunto/carteira de investimentos e é também a base para profissionais prestarem assessoria de investimentos de alta qualidade e de uma relação transparente com seus clientes.

Análise detalhada da carteira

Ter uma visão macro do desempenho da carteira de investimentos, englobando aplicações em diversas instituições financeiras, é importante. Mas um sistema robusto vai muito além. É importante ter outras funcionalidades e a possibilidade de geração de diversos tipos de relatórios, gráficos e dashboards.

Por instituição financeira:

Na plataforma SmartBrain, é possível ver como os investimentos estão distribuídos entre os diversos bancos e corretoras. Isso é fundamental para checar quais as instituições que têm as melhores performances para determinados produtos.

Outra vantagem é checar se há redundâncias ou alta correlação entre investimentos, por exemplo, fundos muito parecidos cujas cotas foram adquiridas em bancos diferentes. Quando há muitos investimentos semelhantes que seguem a mesma tendência de preços no mercado, isso significa que a estratégia de diversificação pode estar sendo ineficiente e que precisa ser ajustada. Em um caso como este, é possível fazer uma avaliação comparativa de custos entre os produtos para escolher aquele que seja mais vantajoso.

Outra avaliação de risco possível de ser feita é verificar a concentração em uma determinada instituição. Lembrando que determinados investimentos como CDBs, LCIs e LCAs contam com a cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), limitada a R$ 250 mil por CPF em cada instituição financeira, em caso de quebra, isto é, de liquidação ou intervenção pelo Banco Central.

Por estratégia de investimentos:

Cada investidor tem sua tática de alocação de investimentos para atingir suas metas. A plataforma permite a visualização da carteira por estratégia, mas de forma customizada, por exemplo, dividindo os ativos conforme necessidades de curto prazo ou emergenciais, projetos de médio e de longo prazo. Podem ser feitas diversas categorias, segundo projetos específicos como investimentos para uma viagem ou um curso, para a abertura de um novo negócio ou aposentadoria. No sistema, dá para fazer análises por liquidez, facilidade dos ativos serem transformados em dinheiro – imediata, até um ano, até dois anos, até cinco anos etc, e também por níveis de risco ou volatilidade dos ativos.

A divisão também pode ser feita por classes de ativos ou grupos de aplicações com características semelhantes – renda fixa, renda variável, moedas estrangeiras, derivativos etc.

Com isso, fica mais fácil investidores e profissionais de investimentos saberem se a estratégias de diversificação das carteiras estão eficientes e rentáveis e se seguem alinhadas com os objetivos e perfis de risco (conservador, moderado ou agressivo).

Por ativo:

Acompanhar o ganho financeiro e a rentabilidade de cada ativo é fundamental. Além disso, cada produto pode ser comparado com indexadores de mercado mais adequados como CDI, IPCA e Ibovespa, entre outros.

As vantagens desse tipo de controle é checar possíveis redundâncias e ver a contribuição de cada aplicação no desempenho total da carteira.

Portanto, analisar a carteira como um todo é essencial para um melhor controle e tomar decisões mais assertivas em relação aos seus investimentos.

 

 

Similar posts

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.