Daniela Rocha
por Daniela Rocha em 04 Março 2021

Ações: principais pontos da análise fundamentalista

Você investe em ações? Pretende entrar na Bolsa?

Hoje, há grande fluxo de novos investidores para a Bolsa, assim como mais alternativas de empresas listadas. Estamos diante de um novo boom de IPOs (ofertas iniciais de ações), além um número crescente de BDRs, títulos emitidos no Brasil que representam ações de companhias listadas em bolsas no exterior.

O que é legal é que investir em ações é uma forma se tornar sócio de empresas, ter participação em companhias com projetos interessantes, boa gestão e que tenham potencial de crescimento. Mas sabemos que, na prática, o grande desafio é justamente encontrar empresas com estratégias capazes de gerar valor ao longo do tempo.


Quem investe realmente com essa visão de acionista, de dono de empresas – e não com foco nas variações dos preços das ações no curto ou curtíssimo prazo, encontra na análise fundamentalista uma série de dados e indicadores que ajudam muito nas decisões. A grande vantagem é que hoje corretoras e casas de research independentes tem aumentado as suas coberturas de companhias abertas, fornecendo muitas informações. Além do mais, há no mercado consultores e gestores especializados que podem ajudar nas avaliações das empresas e nas escolhas de ações para as carteiras.

Como o próprio nome diz, a análise fundamentalista está ligada aos fundamentos das atividades de cada companhia aberta.

O foco é estudar a capacidade da empresa de aumentar suas receitas e lucros e saber como está a sua saúde financeira. E observar também como ela está inserida no mercado, quais fatores políticos e macroeconômicos podem impactá-la, como é o ambiente de concorrência, assim como acompanhar seus planos de investimentos e operações de fusões e aquisições.

Portanto, é preciso fazer uma série de avaliações da empresa e dos seus setores, e acessar uma infinidade de dados financeiros e os balanços das companhias para ver sua possibilidade de evolução.

Assim, destacamos quais os principais pontos de atenção para os investidores neste tipo de estudo.

Fique por dentro dos itens essenciais de uma análise fundamentalista!

 

Veja nos Balanços

Receita líquida

Representa o valor das vendas, após o desconto de impostos e as devoluções. 

 

Ebitda

Indicador que mostra a eficiência operacional, isto é, a capacidade de geração de caixa sem considerar os efeitos dos impostos e a depreciação de bens e equipamentos.

 

Lucro líquido

É a receita menos todos os custos e após o recolhimento de impostos, ou seja, é o quanto a empresa realmente deu de resultado.

O valor de uma companhia sobe no mercado à medida que seus lucros aumentam. E os dividendos são parcelas do lucro distribuídos aos acionistas - fatia essa que pela legislação, deve ser de, no mínimo, 25%. Cada companhia têm sua política de dividendos, documento com a definição do percentual a ser pago, a partir dessa faixa.

 

Indicadores de Rentabilidade

ROE – Retorno do Patrimônio Líquido

Mostra a rentabilidade que a companhia teve em relação ao investimento de capital próprio. Ou seja, quanto o acionista ganha de lucro para cada real aportado na empresa. 

 

ROI - Retorno sobre o investimento

Este índice avalia a capacidade da companhia de investir com eficiência. Releva o ganho conquistado com o investimento em projetos.

 

ROA – Retorno sobre o Ativo

Mostra se a gestão da companhia é assertiva, se está gerando lucros de maneira consistente com os seus ativos totais (dinheiro em caixa, bens, máquinas, equipamentos, imóveis, aplicações e direitos que possui).

 

Avalie os múltiplos fundamentalistas

Existem ainda diversas maneiras de se avaliar o valor de mercado de uma empresa. Os múltiplos fundamentalistas são alguns destes indicadores e eles permitem avaliar se o preço de uma determinada ação está acima ou abaixo da sua própria média, da média do seu setor ou do mercado.

 

Índice Preço/Lucro (P/L)

É o preço da ação em relação ao lucro por ação. Este indicador mostra o número de anos para o investidor recuperar o dinheiro aplicado na ação. 

 

P/VPA

É a relação do preço da ação com o seu patrimônio líquido. Mostra se uma companhia vale mais ou menos que o seu patrimônio real e contábil. 

 

V/Ebitda

É o valor de mercado de uma empresa - seus ativos (caixa e patrimônio) e passivos (dívidas) em relação ao Ebitda, o lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortizações. O índice mostra quantos anos o lucro operacional da empresa levaria para pagar o investimento feito para comprá-la. Então, quanto menor esse índice, mais rápido é o retorno do investimento. 

 

Portanto, fique de olho nessas informações, indicadores e múltiplos das companhias, estude bastante e procure a ajuda de especialistas. Assim, você conseguirá selecionar boas ações de companhias com alto potencial de evolução para o seu portfólio.

Vale ressaltar que, quanto mais conhecimento você adquirir, mais confiança e conforto você terá com seus investimentos em ações.

Em breve, falaremos sobre outros itens da análise fundamentalista no nosso Blog! Continue acompanhando.

 Advisor Smartbrain consolidador de investimentos

 

 

Postado por Daniela Rocha Março 4, 2021
Daniela Rocha