Eleições, fake news e investimentos: como se comportar nesse momento?

Temporada de incertezas e de proliferação de fake news exige cuidados de assessores de investimentos e investidores.


Faltando poucos dias para as eleições, as incertezas sobre os rumos da política e da economia do país ainda são grandes e as alterações de expectativas aumentam a volatilidade dos ativos. Nesse cenário, o dólar, a bolsa e os juros sofrem fortes oscilações a cada notícia, inclusive, em alguns casos, com aquelas que não são verdadeiras - as chamadas fake news.

O fenômeno das fake news não é novidade nem exclusividade do Brasil. Os boatos existem desde que o mundo é mundo, mas atualmente passaram a se alastrar rapidamente em função da rápida divulgação de notícias por meio das redes sociais e dos serviços de mensagens como o WhatsApp.

Assessores de investimentos têm rotina agitada

Neste contexto, nós da SmartBrain sabemos que a rotina dos assessores de investimentos fica bastante agitada. Vemos, diariamente com nossos clientes, o aumento da carga de trabalho e a correria para atender o grande número de investidores ávidos por informações. As perguntas mais realizadas são: “O que está acontecendo?”, “Devo mudar minhas aplicações?”, “O que devo fazer?”, “Compro dólar, vendo bolsa, vou para a renda fixa?”. Nesses momentos, os investidores querem atendimento ágil, esclarecimentos e soluções que diminuam as suas dúvidas.

Para os profissionais de investimentos, lidar com esta situação não é simples, mas fica mais fácil se você tiver fontes de informações confiáveis e capacidade de análise rápida. Ao serem questionados, quanto mais aptos estiverem para verificar imediatamente o que está acontecendo com a carteira de investimentos de cada cliente, mais confiança será transmitida e mais tranquilidade para explicar e embasar suas sugestões. Não adianta levar horas ou dias para levantar os extratos dos clientes para ver o que aconteceu com a queda ou alta inesperada de qualquer ativo.

Hoje, com a tecnologia, é possível consolidar e monitorar os portfólios em tempo real. Esse controle on-line contribui para explicações completas sobre o comportamento dos ativos isoladamente e das carteiras como um todo.
Com todos os dados on-line, fica mais fácil reforçar as estratégias de investimentos ou propor mudanças nos portfólios, quando necessárias.

Na orientação dos investidores, também é importante traçar alguns cenários e analisar quais seriam os impactos de possíveis alterações de produtos nas carteiras. Com um  simulador de investimentos, é possível testar combinações de ativos e demonstrar como se comportariam tais portfólios.

Informações confiáveis e a capacidade de demonstração rápida contribuem para melhores decisões, evitando que os clientes façam movimentos errados em momentos de grandes oscilações do mercado.

Mas se você é um investidor, como deve agir?

Já se você é um investidor, não entre em tensão pré-eleitoral e evite ser influenciado pela propagação de fake news. Investir é seguir uma estratégia com metas de curto, médio e longo prazos. Por esse motivo, alterações intempestivas na carteira de investimentos, sem análises adequadas, tendem a estragar esta jornada.

Quando ouvir uma notícia e observar que o mercado está oscilando muito, é fundamental buscar o apoio do seu assessor de investimentos. Consultores, agentes autônomos e outros especialistas da área como mencionamos acima possuem os requisitos técnicos e as ferramentas adequadas para esclarecer sobre o que está acontecendo e sobre as variações dos ativos financeiros. Com base nas informações prestadas por profissionais qualificados, é possível tomar decisões mais consistentes.

É importante saber que não apenas a bolsa e o dólar podem apresentar alta volatilidade, os juros também. Diferentemente do que muitos investidores pensam, o segmento de renda fixa sofre variações, como já destacamos em um post anterior. Portanto, tenha cautela e consulte um especialista antes de tomar alguma atitude.

Checagem das fontes é indispensável

Seja prudente, é necessário prestar muita atenção para não ser enganado com as fake news. Normalmente, as notícias falsas têm apelo sensacionalista e costumam ser cheias de adjetivos e trechos escritos em letras maiúsculas. Desconfie e preste atenção na qualidade – são frequentes os erros de Português nas notícias falsas. Na maioria dos casos, as fontes e as datas não são identificadas nos textos.

Confira sempre os autores dos textos, quem os enviou, as fontes e também verifique os layouts das páginas e as URLs, endereços dos veículos na internet. Pesquise em sites conhecidos, confiáveis, que possuem um histórico de credibilidade e respeito com os seus leitores para ver se alguma dessas fontes também está comentando aquele assunto. Você pode verificar com seu assessor de investimentos se há alguma notícia em tempo real sendo divulgada. Agências de notícias estão sempre muito “antenadas” capturando informações com diversas fontes.

Recentemente, para combater as fake news, os grandes veículos de comunicação formaram pools de jornalistas para apurar mensagens que causam desconfiança, principalmente as relacionadas aos políticos, esclarecendo o que são fatos e o que são mentiras. Também surgiram no país várias agências de checagem ou verificação de fatos (fact-checking).

É essencial manter o senso crítico aguçado!

Continue seguindo o blog da SmartBrain!

Similar posts

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.