Search:

Setor de investimentos cresce no Norte do país

A FINIS, multi family ofice, e a +MAIS, escritório de agentes autônomos, mostram o potencial do empreendedorismo na área de investimentos na Região Norte do país. 

Há 12 anos, em Manaus, era de baixíssima concorrência entre bancos, havia uma oferta acanhada de produtos de investimentos, uma enorme distância do mercado de capitais, além da carência de informações sobre finanças. Foi observando esse cenário que Eduardo Campos, economista que conduzia uma empresa na área de logística internacional resolveu mudar de rota e abrir um escritório de agentes autônomos de investimentos. “Vimos que havia uma grande oportunidade para empreender no setor de investimentos. Nos últimos anos, as coisas mudaram, surgiram outros players, novas plataformas de distribuição e tecnologias e nós avançamos dentro desse processo de transformação no mercado”, diz. 

Em 2013, foi o momento de tomar outra decisão e diversificar a atuação, houve uma cisão do negócio e criação de duas empresas independentes -  o multi family office e a outra prosseguindo com a distribuição de investimentos. 

A FINIS tem foco no planejamento financeiro, patrimonial e sucessório. A partir de um diagnóstico das necessidades das pessoas e famílias que é feito seguindo uma metodologia própria, são dadas soluções de investimentos financeiros, previdência privada e seguros, e a consultoria em estruturação patrimonial no Brasil e no exterior.  “O grande desafio do nosso negócio crescer o número de clientes com um atendimento de qualidade e pessoalidade, por isso, contratamos mais gente e investimos em tecnologia”, diz. A empresa conta com uma solução da SmartBrain no seu dia a dia. De acordo com ele, o SmartConsolidador, sistema de consolidação de investimentos, agrega as posições que cada cliente possui em diversas instituições em um único extrato, facilita o trabalho de recomendações da consultoria e ainda assegura o monitoramento dos resultados e o processo de tomada de decisão. 

Já o escritório de agentes autônomos investimentos evoluiu para a +MAIS, que executa investimentos financeiros através do Banco BTG Pactual e, hoje, possui 400 clientes cadastrados e cerca de R$ 500 milhões sob custódia. “A nossa meta de distribuição é dobrar, chegar a R$ 1 bilhão sob custódia em 2021”, afirma Eduardo Campos. 

Segundo ele, a conjuntura para os negócios é promissora, pois o movimento de queda da taxa básica de juros diminui a rentabilidade dos investimentos em renda fixa e os investidores precisam buscar alternativas mais sofisticadas para obterem maiores retornos como ações, outros ativos de renda variável e fundos multimercados. 

“Ainda há muito espaço para avançarmos no Estado do Amazonas, o quinto PIB (Produto Interno Bruto) do país”, diz Campos. Hoje, principalmente empresários e profissionais liberais, entre eles, médicos e advogados recorrem aos serviços da Finis e da +Mais. Mas, além de Manaus, a sétima cidade mais populosa do Brasil e alguns municípios do entorno, as empresas já têm clientes em Roraima e também começa a conquistar investidores em outras regiões do país. 

Daniela Rocha

Conteúdo

Conheça mais sobre nossa plataforma

Simule e salve suas carteiras de investimento para ter maior controle sobre eles.

Fale conosco