Daniela Rocha
por Daniela Rocha em 18 Fevereiro 2019

SmartBrain é fonte de reportagem do DCI sobre os títulos de renda fixa imobiliários

A SmartBrain, fintech que oferece soluções para investidores e profissionais de investimentos, foi fonte de reportagem do jornal DCI sobre títulos de renda fixa imobiliários. A matéria, com a manchete “Estoque de LCI pode cair até um terço em 2019 com nova regra de lastros”, foi publicada nesta segunda-feira (18/02).

De acordo com a reportagem, a regulamentação do Conselho Monetário Nacional (CMN), que começou a valer em janeiro, tende a limitar as emissões de LCIs (Letras de Crédito Imobiliário). No entanto, a previsão dos agentes do mercado é que haverá aumento significativo nos recursos de LIGs (Letras Imobiliárias Garantidas) – que foram regulamentadas em 2017 e tiveram suas emissões iniciadas em novembro do ano passado.

Em 2019, especialistas avaliam que a reforma da Previdência, que já teve os seus primeiros pontos divulgados pelo governo, aumentará a confiança tanto dos emissores quanto dos investidores.

Segundo Cassio Bariani, sócio-fundador da SmartBrain, em 2019, a tendência é de maior movimentação no mercado de capitais como um todo, com mais emissões de dívidas, incluindo CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) e LIGs. Conforme ele, as captações por LIGs devem ganhar maior fôlego a partir do segundo semestre.

A SmartBrain foi consultada nesta matéria porque em sua plataforma é possível fazer a consolidação de investimentos financeiros e imobiliários, o que representa um novo mindset na gestão de patrimônio. Hoje, a SmartBrain já processa cerca de 175 mil extratos de investimentos por dia, que representam mais de 100 bilhões de reais em patrimônio consolidado.

Confira a matéria completa do DCI, clique aqui!

Postado por Daniela Rocha Fevereiro 18, 2019
Daniela Rocha