Assessoria Financeira

Como analisar seus imóveis sem usar planilhas eletrônicas

Analisar seu patrimônio em imóveis é uma tarefa muito complicada e possibilita erros. Veja como uma plataforma de consolidação pode ajudar nesta análise.


 

Como você faz a gestão dos seus ativos imobiliários atualmente? Se sua resposta for “pelo Excel”, está na hora de rever seus conceitos.

Investidores estão cada vez mais controlando o seu próprio patrimônio, pois contam com muitas ferramentas que ajudam na escolha das melhores alternativas de aplicações financeiras para colocarem em prática seus projetos. Hoje, existem comparadores, simuladores e consolidadores de extratos de investimentos, além de calculadoras que fornecem os preços dos títulos de renda fixa, entre outras.

Mas quando se trata de investimentos imobiliários, a análise e o gerenciamento ainda são feitos de forma ultrapassada, utilizando o Excel. E não deveria ser assim porque diversos estudos indicam que os imóveis estão no centro das atenções dos brasileiros. De acordo com a pesquisa “Raio X do Investidor Brasileiro”, feita pela Anbima (Associação Brasileira Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), o principal destino das aplicações financeiras dos investidores (31%) é comprar ou quitar mais rapidamente as parcelas de imóveis.

Para alterar essa realidade, contar com um consolidador de investimentos que te ajude a fazer a gestão dos seus imóveis é fundamental.

Estamos na era da Transformação Digital e a tecnologia é uma grande aliada, pois garante acesso a dados confiáveis e traz maior inteligência nas análises de investimentos – sem falar que torna os processos mais fáceis e ágeis.

Agora é possível abandonar as planilhas Excel na gestão do seu patrimônio, dos seus imóveis e também no gerenciamento dos seus aluguéis.

O que saber para fazer uma melhor gestão dos seus imóveis?

Conheça a real rentabilidade do seu patrimônio imobiliário:

É comum ver investidores do mercado imobiliário fazendo o cálculo de rentabilidade do imóvel considerando apenas o valor de aquisição versus o valor de venda ou valor de mercado. O problema é que essa conta é simplista e não considera todos os itens que compõem a rentabilidade do seu investimento.

Com o nosso consolidador de investimentos, por exemplo, o cálculo é detalhista, envolve um número muito maior de variáveis, e é executado de forma automática. É importante considerar que a rentabilidade de cada imóvel deve considerar todo o fluxo de receitas – que são os aluguéis, e as despesas, além da variação do preço do metro quadrado no mercado. Fazem parte da lista de custos itens como taxa de corretagem, escritura, registro em cartório, ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis), IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), condomínio, reformas e serviços de manutenção, entre outros. Quando há imóveis financiados, os desembolsos com juros também têm que entrar nessa conta.

Analise e compare a performance dos seus empreendimentos:

Ao saber a real rentabilidade de cada imóvel e também do portfólio completo o poder de análise aumenta consideravelmente.

Essas informações permitem que você compare os imóveis que geram rendimento de fato e os investimentos que estão gerando pouca ou nenhuma renda. Alguns imóveis, em função da sua elevada taxa de vacância, podem estar diminuindo consideravelmente o retorno da carteira, pois se transformam em drenos de dinheiro, ao gerarem elevadas despesas ao longo do tempo.

Portanto, essa visão abrangente que somente a tecnologia proporciona leva a melhores decisões em relação aos investimentos imobiliários.

Evite erros no controle dos investimentos via Excel:

Outro grande problema que uma plataforma elimina, são os erros comuns no acompanhamento convencional do patrimônio imobiliário feito em planilhas.

A SmartBrain conta com um departamento específico formado por profissionais que têm vasta experiência no mercado financeiro e imobiliário, altamente qualificados em cálculos, que seguem metodologias consagradas.

Obtenha facilmente todo histórico de informações dos seus imóveis:

Como há um grande volume de informações, manter um histórico dos valores históricos de preço de mercado, fluxos de receitas de aluguéis, reajustes, correções e de despesas de cada imóvel como reformas, impostos e serviços de manutenção, é de extrema importância para o controle eficaz. 

Com uma plataforma de consolidação, por exemplo, através de fichas e relatórios específicos, o gerenciamento dos contratos de locação e o monitoramento das receitas de cada imóvel alugado podem ser segregados – por proprietários, por locatários, por região, por empreendimentos e por características de imóveis como residencial ou comercial.

Analise os relatórios:

Por fim, analisar informações em uma planilha eletrônica cheia de linhas e colunas não é uma tarefa fácil, pois nesse formato de apresentação de dados fica muito difícil enxergar e comparar os investimentos.

Então, é necessário ter relatórios, gráficos e dashboards consolidados que agrupam as informações de maneira inteligente, facilitando as análises sobre a rentabilidade, concentração em determinado segmento (residencial, corporativo, galpões logísticos e industriais etc), riscos, vacância e volatilidade de cada ativo imobiliário da sua carteira.

Similar posts

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.