Assessoria Financeira

O perfil dos novos assessores de investimentos independentes

A assessoria independente é cheia de oportunidades. Profissionais com certificação CPA-20 e corretores de seguros tendem a migrar para este mercado.


 

A assessoria de investimentos independente está em ebulição no país!

Temos visto o crescente interesse dos brasileiros por investimentos. Cada vez mais surgem no mercado novas gestoras de recursos e fundos de ações, multimercados, fundos imobiliários, ETFs, assim como, avança a oferta de diversos tipos de ativos offshore. Além disso, tem aumentado a procura por novas plataformas e por um atendimento personalizado de profissionais especializados que atuam fora dos grandes bancos, com o objetivo de conhecer e acessar facilmente novos produtos ou para ter aconselhamento e apoio nas decisões de investimentos. 

Atualmente, já estão atuando no mercado cerca de 4,4 mil planejadores financeiros, de acordo com a Planejar, entidade que concede o certificado CFP (Cerfified Financial Planner). No país, existem 8,9 mil agentes autônomos de investimento habilitados, sendo cerca de 7 mil estão ativos, segundo a Ancord (Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias). São 740 consultores de valores mobiliários registrados na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), sem contar os milhares gestores de patrimônio, que na lista da CVM se misturam com os gestores de recursos na classificação “prestadores de serviços de administração de carteiras". 

Migração de novos profissionais para a assessoria de investimentos independente

Muitos jovens têm se preparado ou já começaram nesta área, que também absorve executivos seniores que já atuaram em outros segmentos do mercado financeiro e buscam novas experiências e fontes de renda. Muito se fala do movimento de profissionais como gerentes de agências ou de investimentos que têm deixado os bancos para atuarem em novas plataformas, fintechs ou montarem seus próprios escritórios de agentes autônomos ou consultorias.

Para atender a demanda crescente e novas necessidades dos investidores, a tendência é de uma possível migração de novos profissionais para a assessoria independente. Por exemplo, hoje, existem quase 118 mil pessoas com a CPA-20 válida, certificação concedida pela Anbima com foco na distribuição de produtos de investimento. A procura pela CPA-20 tem crescido bastante. No ano passado, 20,3 mil profissionais foram aprovados, sendo que em 2016, esse número foi em torno de 10 mil. Com esta e outras especializações e certificações que podem se somar, vemos que uma parcela significativa dessas pessoas buscará oportunidades de negócios e desenvolvimento de carreira na assessoria independente.

Por sua vez, um movimento que já vem acontecendo, é que os corretores de seguros vêm agregando investimentos às suas atividades. De acordo com a Fenacor (Federação dos Corretoras de Seguros Privados e de Resseguros, de Capitalização, de Previdência Privada, das Empresas Corretoras de Seguros e de Resseguros), atualmente são 49,5 mil corretores no país. Acreditamos que há espaço para muitos deles ampliarem seus portfólios de serviços com a distribuição de ativos financeiros, aproveitando suas carteiras de clientes.  

Estes são alguns exemplos de que não faltarão profissionais de investimentos independentes nos próximos anos! A grande vantagem é que hoje as tecnologias são mais acessíveis e otimizam as atividades das assessorias. É possível contar com uma infraestrutura de trabalho completa e eficiente para conquistar e reter investidores.

 

Continue nos acompanhando e saiba mais sobre as tendências da assessoria de investimentos!

Similar posts

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.